Sites Grátis no Comunidades.net
Cultura Nativa
Bebida do Gaúcho?
Chimarrão
Vinho
Ver Resultados

Rating: 3.7/5 (3189 votos)

ONLINE
1


Rádio Grenal

Tempo Agora Uberaba MG

 

 Total de Visitas    


Folclore
Folclore




 

CTG CULTURA NATIVA


UBERABA -ESTADO DE MINAS GERAISG

 

 

 

FOLCLORE

 
A palavra folclore – folk (povo) lore (saber,conhecimento) – foi criada pelo inglês Willian Thoms, em 22 de agostode 1846, e este dia foi institucionalizado como o “Dia do Folclore” no mundo. No Brasil, o Dia do Folclore foi decretado em 1965, visando a “assegurar a mais ampla proteção às manifestações da criação popular não só estimulando sua investigação e estudo, como ainda defendendo a sobrevivência dos seus folguedos e artes, como elo  valioso da continuidade tradicional brasileira.

Folclore é a ciência que estuda todas as manifestações espontâneas do povo, tanto do ponto de vista material quanto espiritual. Como o próprio nome sintetiza, é a ciência do povo, são as tradições, os costumes, as crenças populares, enfim, tudo que nasceu do povo e foi transmitido através das gerações.

 
Fato folclórico define-se como a parcela do conhecimento humano que se transmite no tempo e no espaço, de geração a geração, de camada cultural a camada cultural. Elemento dinâmico da cultura, modifica-se e transforma-se de região para região de acordo com o meio físico e social. São o modo de pensar, sentir e agir de um povo, preservados pela tradição popular e pela imitação. O dia-a-dia do ser humano é repleto de fatos folclóricos que vão sendo mantidos e transmitidos às novas gerações de forma espontânea e natural. A linguagem e a literatura popular, incluindo acrósticos, quadrinhas, poesias, trovas, causos, estórias, fábulas, mitos, lendas, adivinhações, anedotas, trava-línguas, pregões, ditos populares, provérbios, frases parativas, pasquins, grafites, inscrições, pão-por-Deus, cartas correntes, cadernos de questionários, de recordações, de receitas; as crendices e superstições, relacionadas ao mundo sobrenatural, profecias e sortes mágicas, cultos e devoções populares; a lúdica adulta abrangendo danças, corridas de cancha reta, jogos (do osso, de bocha, truco), cortejos, festas tradicionais (do Divino, de Navegantes, juninas), folguedos; a lúdica infantil, compreendendo rodas cantadas, parlendas, jogos, formuletes, brinquedos e brincadeiras; as artes e técnicas, como pintura, escultura, ex-votos, decoração, vestimenta e adornos pessoais, arquitetura, bonecos e brinquedos, cestaria, artesanato, trabalhos manuais; a música popular, distribuída em religiosa, da dança, acalanto, cantigas (de beber, de roda, de festas e folguedos), canções (intermináveis, encadeadas, mímicas), desafio, instrumentos musicais; Os Usos e Costumes, na agricultura, pecuária, astronomia, meteorologia, alimentação e culinária, caça e pesca, habitação, medicina caseira, , benzeduras, cerimônias e rituais. “Nada melhor que as tradições para retemperar a saúde de nossa alma gaúcha”. A palavra tradição vem do latim “tradio” que significa entregar, transmitir, ensinar.

 
É o ato de transmitir os fatos culturais de natureza espiritual ou material, de geração em geração através dos tempos. É a memória cultural de um povo. A tradição gaúcha compreende o rico acervo cultural e moral do Rio Grande do Sul no campo literário, folclórico, musical, dos usos e costumes, do artesanato, dos esportes e das atividades rurais. Tradicionalismo é a arte de colocar em movimento as peças de uma tradição. O Tradicionalismo Gaúcho define-se como um estado de consciência que busca preservar as boas coisas do passado, sem conflitos, com o progresso, através de cultos e vivências.   É basicamente, um movimento. Este movimento (tradicionalista), no Rio Grande do Sul, teve seu primeiro embrião na fundação do Partido Liberal Histórico, em 1860. É importante lembrar dois fatos que impulsionaram este movimento: - No ato de 1947, durante as comemorações da Semana da Pátria, foi incluído o translado dos restos mortais do Gal. David Canabarro – o segundo homem, em importância, da Revolução Farroupilha.

 
Por idéia da Liga de Defesa Nacional, e a partir da iniciativa do jovem estudante João Carlos Paixão Côrtes, foi feita a guarda de honra por gaúchos a cavalo; A criação do “35” Centro de Tradições Gaúchas por um grupo de jovens quase todos oriundos do interior do Estado, que aconteceu no dia 24 de abril de 1948, em Porto Alegre.

 
O MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho, entidade civil, sem fins lucrativos, com jurisdição em todo o território nacional, constitui-se em um movimento cívico, cultural e associativo. É o catalisador, disciplinador e orientados dos seus filiados (CTGs, Piquetes, Grupos de Arte Nativa e Folclore), centenas de entidades espalhadas por quase todos os recantos do país. Constitui-se na maior entidade associativa na América, tendo como objetivo a preservação do núcleo decorrente de sua Carta de Princípios e expressa nas decisões dos Congressos Tradicionalistas.  

Fonte: LIZANDRO ARAÚJO

Coordenador da Disciplina de Tradição e Folclore
Arroio Grande-RS
21ª Região Tradicionalista    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pagina Inicial